sábado, 20 de outubro de 2007

Dança criativa


Uma das actividades que iniciámos este mês é a Dança Criativa. Confesso que no início fiquei um bocadinho reticente, porque as crianças ainda agora estão a fazer dois anos, mas vamos lá tentar! No final da primeira aula o saldo foi muito positivo! Depois da estranheza habitual que eles tiveram em relação à professora, com aquele olhar de "quem é esta e o que é que ela está aqui a fazer?!", começaram a aderir e a entrar nos jogos que a professora ia fazendo. Momentos de relaxamento, de faz-de-conta, de grupo, de competição, de realizar pequenas tarefas com um objectivo foram alguns dos exercícios que realizámos neste momento de Dança Criativa. Estou ansiosa por ver como vão correr as próximas aulas, já que à medida que as crianças conhecerem e se sentirem mais à vontade com a professora irão libertar-se mais, interagir e participar muito mais...
Mais informações sobre Dança Criativa aqui, que é a escola da professora.

Na Dança Criativa as acções decorrem à volta do jogo dramático.

A criança, durante a improvisação intervém com o corpo e com a palavra, a sua timidez e a sua sensibilidade, as suas recordações e os seus sonhos. Actua só com as outras crianças, fala-lhes ou responde-lhes, adere ao real ou foge-lhes. Toda a sua personalidade é sempre comprometida no jogo, até quando o recusa.

A seguinte é a principal característica dos jogos de Expressão Dramática: permitir que a criança se exprima totalmente. Através de vários jogos de Movimento, Acção e Expressão pretende-se dar-lhes a possibilidade de contactar com experiências de movimento diferentes e de utilizar o corpo como meio de expressão de vivências e estados afectivos internos. Recriar histórias no duplo sentido real/imaginário e explorar as capacidades de exteriorização na dupla necessidade expressão/comunicação.

Texto tirado daqui.

1 comentário:

Ana Raquel disse...

Achei uma ideia muito engraçada e é óptimo ver as reacções deles depois de se libertarem da timidez do início!
Beijinho*